Pensentires em Prosas, Versos e Sonhares.

Voar junto e dar ASAS aos Sonhos, amplia possibilidades, de viver-se intensamente.

Textos


Hoje é dia de FESTA!

Comemoração
Sem comes
Nem bebes!

Apenas
Uma Prece
De agradecimento!

A TODOS que estão no DNA do NEU-RJ.

E a todos que o FENIZARAM na WEB!





 NEU*- Um FENIZAR - NEU-UERJ (História)


2 - NEU-Fundão*, um parto de AMOR...
/NEU* e sua história

http://www.recantodasletras.com.br/homenagens/1927017


Núcleo Espírita Universitário
do Rio de Janeiro
 IMPORTANTE: Conteúdo desatualizado! Os Links para outros sites e E-mails podem NÃO funcionar ou existir!

O trabalho do NEU é a divulgação dos postulados espíritas no ambiente universitário. Acreditamos estar contribuindo para elevar o nível de consciência da comunidade acadêmica.

"Pouca Ciência afasta de Deus..."



Atenção NEUs, o NEU-RJ os espera de braços abertos!
Venham!

É só clicar
AQUI!
http://zap.to/neurj

Antiga Home Page do NEU-RJ

Seja Bem-Vindo!

Neste endereço está abrigada a antiga "Home Page do Núcleo Espírita Universitário do Rio de Janeiro", primeiro veículo de divulgação, na internet,  do grupo que vem atuando nos centros universitários desde 1992, no Estado do Rio de Janeiro.

No período compreendido entre 01 de agosto de 1999, fundação da Home Page, e dezembro de 2002, considerando a população alvo-específica, as atividades se concentraram em campanhas educativas e na publicação de artigos de cunho universitário. Ela representa a linha de pensamento do grupo  daquela época.

À partir de 2003 o grupo se renovou e as atividades do NEU-RJ continuaram em outro sítio.

Depois de algumas solicitações, o webmaster da Antiga Home Page resolveu disponibilizar o conteúdo completo da página daqueles dias de dezembro.


Almejamos que o antigo conteúdo possa servir de inspiração aos novos membros, para que, como disse Raul Teixeira na palestra de inauguração do Núcleo da UFF, o NEU não venha a se tornar apenas uma repetição das casas espíritas. A "marca forte do NEU" daquela época não foi apenas a divulgação da Doutrina nos centros universitários, mas principalmente a tentativa de iniciar, na universidade, um trabalho de educação diferenciado, "não por essa educação que tende a fazer homens instruídos, mas pela que tende a fazer homens de bem" (O Livro dos Espíritos), utilizando como norte o que a Academia tem de melhor: a autonomia, a reflexão e a busca pelo novo.

Esperamos que você goste do passeio por uma parte da nossa história!
"O primeiro ato de domínio exige que o dominado esqueça o seu nome,
perca a memória do seu passado, não mais se lembre de sua dignidade
." (Rubem Alves)

Clique aqui para acessar a Antiga Home Page do NEU-RJ!

A Antiga Home Page do NEU-RJ já esteve hospedada em vários endereços, dentre os quais
http://www.geocities.com/neurj, recentemente fora do ar.

Os endereços abaixo podem ser usados para acessar essa página:
http://zap.to/neurj
http://www.neurj.hpg.ig.com.br



Nota: as atividades do NEU-RJ não tinham vinculação com as atividades oficiais das universidades ou de qualquer outra instituição. Nenhum recurso financeiro das universidades foi utilizado. O uso do espaço físico foi autorizado oficialmente, de acordo com a disponibilidade. Os artigos são de inteira responsabilidade dos autores, que permitiram suas publicações, e representam suas opiniões pessoais.



Histórico do NEU UERJ

1. As origens

"Nossa primeira reunião foi num corredor da FCM junto a outros alunos que cursavam o segundo ano do curso de Medicina. Nosso objetivo ao criar este grupo era não só formarmos um local de estudos sobre Medicina e Espiritismo, como também promovermos algum trabalho assistencial. E foi o que tentamos fazer durante o segundo semestre de 98. Visitamos um orfanato de deficientes físicos e mentais em Niterói, através de uma de nossas amigas e fizemos de maneira improvisada alguns estudos, principalmente sobre temas científicos à luz do Espiritismo.
-"...por volta de agosto de 1998, eu (Eva) e Carol, ambas espíritas e estudantes de Medicina, pensamos que seria interessante formar um grupo em que se falasse sobre o Espiritismo, visto que somente na nossa sala que possuía 90 alunos, aproximadamente 15 eram espíritas, simpatizantes ou pertenciam a família espírita. Procuramos então as pessoas que quisessem participar.
Rapidamente fizemos o convite para que este grupo fizesse parte do calendário do NEU como mais uma reunião espírita na UERJ. Agora esse grupo é um polo do NEU na FCM. Pedimos então para que nos contassem como foi o início das suas atividades, num e-mail da Eva, uma das coordenadoras, ela contou como foi:

Em agosto de 1999 tivemos a felicidade de receber a informação de que um grupo de alunos e funcionários estava se reunindo na Faculdade de Ciências Médicas da UERJ. Recebemos a notícia do próprio grupo que compareceu a um estudo e fez a divulgação. Para aqueles que não conhecem a UERJ, a FCM fica em outro endereço, um pouco distante do Pavilhão João Lyra Filho, o que dificultou muito o acesso e a divulgação das reuniões organizadas pelo NEU, anteriormente.
A maior dificuldade encontrada é a divulgação interna. Muitas vezes, os cartazes colocados pelos murais da instituição são retirados ou se perdem com o vento. Veiculamos a realização das reuniões no "UERJ em dia" - jornal interno da universidade - mas nem sempre há espaço para todas as notícias. Mesmo com todas as dificuldades, é um trabalho muito reconfortante.

4. O Grupo de Estudos na Faculdade de Ciências Médicas

As reuniões são realizadas em um anfiteatro com capacidade para aproximadamente 100 pessoas. São reuniões de estudos, tanto avançados, quanto para os iniciantes.

3. Algumas dificuldades

Visto que a universidade é uma Instituição que, por sua natureza, não se dedica a pesquisas espíritas, sempre tivemos o cuidado de solicitar autorização oficial para utilizarmos suas dependências.
Depois que o NEU UERJ estava fundado, o André achou um Boletim SEI de 14/9/96 no 1485 que trazia uma nota sobre o 4o aniversário do Núcleo Espírita da UERJ, ou seja, o grupo já existia em 1992, informando que as reuniões se realizavam às quintas-feiras, das 17 às 18 horas na sala 8053-F. Informava também que o contato do Núcleo era o confrade José Provetti Júnior. Tentamos estabelecer contato com ele mas não conseguimos. Temos muita vontade de conhecer aqueles que realmente começaram o trabalho em 1992.
Se você conhece esse grupo ou o confrade, entre em contato conosco por e-mail: neuuerj @ hotmail.com.

2. As reuniões

Eu, André e Edna começamos a nos reunir em 27 de abril de 1998 a fim de preparar o nascimento do NEU na UERJ, contando com a colaboração do NEU Fundão. O resultado foi o I Ciclo de Palestras, o qual vocês podem conhecer na página trabalhos anteriores da UERJ. Desde então, muitas atividades foram desenvolvidas com a ajuda dos professores Izabel e Leonardo que se tornaram também coordenadores do Núcleo.
Observei que havia vários fatores que levavam a pensar em uma atividade espírita na universidade que me acolhia. Então, liguei para a USEERJ buscando ajuda para o início de alguma atividade no futuro NEU UERJ, quando me informaram sobre o trabalho do Prof. Luiz Carlos Formiga no NEU Fundão. Com a ajuda de uma jovem espírita chamada Edna Mara, também aluna da UERJ, entrei em contato com o Prof. Formiga e acabei conhecendo seu filho André que acabara de ingressar na UERJ.
Na mesma semana, na Revista Internacional de Espiritismo (RIE) de 1987, li numa coluna de Celso Martins um comentário sobre jovens universitários em Sulacap, o que me despertou um grande interesse. Ainda no mesmo dia ganhei o livro "Não pise na bola" de Richard Simonetti, onde é retratada a importância do jovem espírita dentro da universidade.
Procurei maiores informações sobre o grupo quando fui informada que as atividades haviam terminado.
Em 1997, quando ingressei na universidade, fiquei sabendo da existência de um grupo de estudos espíritas, que se reunia nas suas dependências. Esse grupo era coordenado por alguns professores e funcionários e era aberto à participação de todos.

"Em 1998 iniciamos nossos estudos na sala de estudos do espaço Jayme Landman, passando a estudar temas básicos, evangélicos e científicos da Doutrina Espírita. Nossos estudos são feitos pelos próprios integrantes e convidados, num espaço que comporta 30 pessoas, estudantes e funcionários da UERJ e do Hospital Universitário Pedro Ernesto."

Rio de Janeiro, agosto de 1999
Liliane de Souza Franco
Coordenadora do NEU UERJ






Juli Lima
Enviado por Juli Lima em 02/02/2010
Alterado em 03/02/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras